O mapa da mina…

Uma dúvida recente de uma de nossas leitoras me atentou para um deslize. Tenho comentado bastante sobre problemas e disfunções diversas, mas esqueci de escrever sobre onde estes problemas costumam acontecer. Nunca falei dos nossos orgãos sexuais. Pois bem neste post a estrela é a parte externa do aparelho reprodutor feminino.

A vagina

Aqui está. Uma bela visão externa da vagina. Algumas delas estão mais recobertas por pelos outras mais lisinhas mas usualmente este é o aspecto da genitália externa da mulher. Como você leitor ou leitora pode ver a vagina possui várias partes. O monte de vênus algumas vezes é mais gordinho pois também é constituído internamente de gordura (algumas mulheres até fazem cirurgia plástica para modificar isso). Também podemos ver os grandes lábios que algumas vezes são mais avantajados e podem ser corrigidos com cirurgia. Os pequenos lábios vêm logo depois. O meato urinário que é um buraquinho por onde sai a urina (e que muitas vezes nós homens, quando inexperientes, colocamos os dedos o que é bastante incômodo para as mulheres). Nesse ponto também (mas não só) podem acontecer infecções que podem originar a dor no coito ou dispareunia. Se a mulher é virgem podemos encontrar o hímen, que é a essência fisiológica da virgindade (lembre-se que a virgindade não se resume ao hímen pois ele pode se romper de outras formas ou mesmo não se romper por ser elástico ou complacente). Caso a mulher já tenha tido relações podemos encontrar apenas vestígios do hímen. O orifício da vagina é onde se introduz o pênis e também outras “coisitas” mais. É aí que acontece a relação propriamente dita e faz ligação com o restante do aparelho reprodutor feminino onde acontece a gravidez.

Deixei o clitóris por último, propositadamente. Isto porque quero falar especialmente sobre ele. O clitóris é uma pontinha que fica logo no encontro entre os pequenos lábios. Podemos percebe-lo como uma bolinha de pele (grosseiramente falando). Tem algumas características próximas ao do pênis e costuma-se dizer que ele é seu equivalente feminino. O clitóris se enche de sangue, cresce e enrijece como o pênis. Ele pode ser considerado um receptor dos estímulos sexuais e quando estimulado faz crescer a excitação até provocar o orgasmo. Ele então é o responsável pelo orgasmo da mulher. Agora estamos entrando numa zona delicada. Existem muitas divergências quanto ao papel do clitóris. Grandes estudiosos o menosprezaram. Existem algumas mulheres também que relatam orgasmos através da estimulação interna da vagina e não do clitóris o que gera alguns conflitos já que outras não experimentam este tipo de orgasmo.

O consenso hoje em dia é: só existe um orgasmo. O chamado orgasmo vaginal acontece porque o clitóris é esimulado pelo roçar do pênis e/ou pelo prolongamento do clitóris que chega até as paredes da vagina. Em outras palavras, a vagina está ligada ao clitóris.

Muito bem, então como estimular o clitóris. Primeiro vamos encontrá-lo. Olhando a figura e quem sabe com a ajuda de um espelho procure aquele ponto com o número 2. Você sabe que este é o clitóris porque quando o tocar vai sentir uma sensação diferente e agradável. Pronto, agora é só continuar mexendo. Algumas mulheres fazem movimentos circulares, outras de vai e vem. Isto é muito particular, cabe a você encontrar a forma mais prazerosa.

E quando estamos no meio da relação como manipular? Você pode usar a mão mesmo como na masturbação, ou mais gostoso ainda, ensinar o parceiro a manipular. Isto vai deixá-lo feliz e satisfeito. Algumas posições também privilegiam a clitóris.

Uma boa jornada…

Sobre Daniel

Oi, meu nome é Daniel. Interesso-me por sexualidade desde que me entendo por gente e me formei em psicologia por isso. Por muitas razões acabei não atuando nesta área. Mas a sexualidade continua sendo uma paixão e acho que vai ser sempre. Também gosto muito de tecnologia e é por isso que resolvi criar um blog associando minha paixão pela sexualidade com os recursos que só a informática e internet nos propiciam.
Esse post foi publicado em ciclo de resposta sexual, comportamento, dúvidas, sexualidade feminina, Vida a dois e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para O mapa da mina…

  1. m. disse:

    Muito interessante isso. :)

    Curtir

  2. Pingback: Orgasmo Feminino: Novidades. | Daniel Denardi, Sexólogo Online

O que você achou sobre o post? Discorde, concorde ou comente, mas não fique de fora :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s